EVA e ONU – Objetivos do Milênio no Carnaval da Bahia

Publicado em 5 de março de 2011 por Rodrigo Santos

O Grupo Eva, a ONU e o Instituto EcoDesenvolvimento tiveram a iniciativa de informar, educar e comunicar ao grande público a importância dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e conscientizar este público quanto aos desafios que o Brasil e o mundo ainda têm para enfrentar até 2015. Os ODM, aprovados na Declaração do Milênio das Nações Unidas, foram propostos a partir da visão de que é possível construir um mundo mais justo e igualitário. São eles: Erradicar a extrema pobreza e a fome; Atingir o ensino básico universal; Promover igualdade entre os sexos e a autonomia da mulher; Reduzir a mortalidade infantil; Melhorar a saúde materna; Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças; Garantir a sustentabilidade ambiental e Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

Mais responsabilidade social – O Carnaval é uma festa, na qual todos estão em busca de diversão. A alegria está estampada nos rostos e na música que leva mais de dois milhões de pessoas para as ruas de Salvador. Motivado com tanta união o bloco Eva desde 2003 utiliza seu espaço para realizar ações de responsabilidade social, que já viraram tradição. Em anos anteriores o Eva abraçou a campanha do “Estado de Paz” e os lemas, “Caia na folia, não caia na avenida” e “Depois não me conte os seus problemas – Use camisinha”. O trio do Eva é abastecido com biodiesel e para o carnaval deste ano, o Eva vai realizar uma ação inédita na sua história, que é sair um dia pra pipoca no circuito Osmar (Avenida). Ainda nessa linha, o Eva vai ajudar, mais uma vez, a Associação Beneficente Recreativa e Creche Escola Comunitária Criança Feliz da Grande Sussuarana e a ONG Cipó Comunicação Interativa com a troca solidária das cortesias do abadá do Eva e Nu Outro. É o folião curtindo o Carnaval no Eva e distribuindo alegria para centenas de crianças e adolescentes.

Fonte: A.I. Grupo Eva

Grupo Eva - Objetivos de desenvolvimento do milênio

Publicidade:

Deixe seu comentário

Você precisa conectar-se para deixar um comentário.